Os alunos da Escola Formare Voith serão escalados para participar das atividades da Sipatma (Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho e Meio Ambiente) da empresa, que acontece no próximo mês de agosto.

Durante os eventos, que envolvem atividades relacionadas à saúde, massagem, gincanas, apresentações e palestras, os jovens irão entreter crianças do último ano do ensino fundamental de uma escola estadual da região, convidadas para comemorar a semana junto aos colaboradores. Na ocasião, os alunos Formare irão coordenar atividades de integração e sorteio de brindes.

"Há dois anos decidimos envolver os alunos do Formare como monitores das crianças e o resultado foi muito bom. O mais importante é que muitos deles já estiveram na Sipatma Voith como alunos da escola estadual. Creio que, lhes propiciando um dia como educadores voluntários, ganhamos respeito", considera Geraldo Conche de Souza, 36, coordenador técnico de Meio Ambiente e também voluntário da disciplina.

"Participando das atividades, os alunos sentem-se ainda mais parte da empresa. Também é uma oportunidade para muitos colaboradores conhecerem o comprometimento e responsabilidade deles", justifica a coordenadora de projetos sociais Camila Agostinho Coelho, 32.

E os novos monitores não escondem a ansiedade pelo início da Sipatma. "Será uma boa oportunidade de mostrar o que aprendi", diz Jonathan Gomes Pinheiro, 15. "Espero que cada vez mais haja gente instruída para lidar com as crianças, que são o nosso futuro", opina Leonardo Aparecido de Oliveira, 16.

Treinamento - Como preparação para as ações na Sipatma, os jovens foram introduzidos à disciplina de Meio Ambiente do Projeto Formare e realizaram um workshop de três dias sobre recreação com a ONG Passatempo Educativo, patrocinada pela Voith. Nos encontros, trabalharam conceitos teóricos de recreação aplicados em atividades práticas, que abordaram temas como fauna e flora da Mata Atlântica na região do Jaraguá, na capital paulista, e reciclagem e nutrição.

"O workshop deu ênfase na matéria de forma lúdica, fazendo com que os alunos ficassem ainda mais interessados pelo assunto, além de acrescentar conceitos de aprender brincando, se divertindo e interagindo", diz Souza. "Gostei do workshop, que foi informativo e dinâmico. Me diverti", lembra Lucas Santos Bispo, 17.
Para o educador Geraldo de Souza, envolver os alunos Formare no contato com temas ambientais oferece múltiplas frentes de avaliação: "É por meio dos jovens que daremos continuidade ao trabalho de preservação do meio ambiente. Portanto, as atividades ajudam na conscientização, sociabilização, preparação para o mercado profissional e, principalmente, na educação ambiental".

 O sucesso das atividades de integração dos alunos Formare com os colaboradores da Voith já despertou o interesse em envolvê-los com outras ações. Fonte:http://formare.org.br/formare/noticias/sipatma-da-voith-tera-alunos-formare-como-monitores-recreativos